Rio de Janeiro tem coleta de lixo com zero de emissão de gases de efeito estufa

Em 2019, no Rio de Janeiro, a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) recebeu nove caminhões BYD eT8 de coleta de resíduos 100% elétricos. A capital fluminense tornou-se, à época, a primeira capital do ocidente a contar com esse tipo de veículo. A prefeitura promete para o fim de 2020 um total de 20 veículos 100% elétricos. Ou seja, 10% da frota total.

De acordo com especialistas, as rotas de recolhimento de resíduos sólidos urbanos são ideais para veículos elétricos pois eles percorrem curtas distâncias diárias, fazem múltiplas paradas e a sua eletrificação evita muito ruído e poluição urbana.

A Mercedes já apresentou uma modificação no seu eActros que deve entrar em produção experimental em 2021. Já Los Angeles, cidade que opera uma das maiores frotas de caminhões de coleta de lixo dos EUA, anunciou nova meta para zerar as emissões de seus novos veículos até 2022, além da conversão total da frota até 2035.

Os veículos são movidos a baterias 100% elétricas, muito silenciosos e com zero emissão de gases de efeito estufa. Além disso, possuem vida útil estimada de até 30 anos e custo com energia elétrica de um quarto do valor gasto com combustível fóssil. A autonomia é estimada em de 200 km, ou oito horas de operação.

Uma das vantagens dos caminhões elétricos – além do ambiental – é que, pelo baixo ruído emitido, são ideais para operar em áreas residenciais no período noturno. Os garis serão impactados tanto pela redução do barulho quanto pelo fim da inalação da queima do óleo diesel.

Confira outros benefícios do uso novos caminhões:

  • Emissão zero: Bateria de Fosfato de Ferro Lítio não contém metais pesados e o eletrólito é atóxico, com nenhuma emissão de poluentes da produção ao uso final;
  • Eficiência energética incomparável (significativa economia em custo de combustível);
  • Menor Custo Total de Propriedade (TCO): Custo de manutenção reduzido por conter menos partes móveis, resultando num custo total de operação (combustível e manutenção) menor ao longo da vida útil do veículo.
  • Transmissão automatizada de quatro marchas: reduz a fadiga e o stress do condutor devido à ausência do pedal de embreagem e alavanca de câmbio;
  • Segurança: com a transmissão automatizada, o motorista pode manter as duas mãos ao volante e atenção total na operação do veículo;
  • Caminhão de coleta de resíduos mais silencioso do mercado;
  • Maior disponibilidade do caminhão;
  • Frenagem regenerativa.

Com informações do Ciclo Vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: