Notícias

Notícias do Brasil e do mundo: o que estão falando sobre petróleo, gás e combustíveis fósseis?

O fim da era do PETRÓLEO e um passo importante na direção do Transporte limpo e justo

O Reino Unido resolveu avançar com o plano de uma revolução industrial verde pós-pandemia para enfrentar as mudanças climáticas. Um […]

Derrota do retrocesso: Liminar que reduziu obrigatoriedade de compras de CBIOs é derrubada

“Não há mais espaço, em pleno século 21, para ações contrárias à sustentabilidade, especialmente no Brasil, que é o líder […]

Eleições e os riscos climáticos no Brasil

Em 2020, vimos a cobertura internacional sobre a devastação ambiental no Brasil quase triplicar. O recorde de destruição acontece no […]

#MARSEMPETRÓLEO

Mais 10.000 toneladas de resíduos já foram recolhidas na costa brasileira. Aproximadamente 1000 localidades foram atingidas, em 11 estados. Quarenta unidades de conservação marítima foram atingidas. O óleo chegou a Abrolhos, maior santuário marinho do Atlântico Sul. Milhares de famílias que dependem do mar para subsistência estão sem renda. Centenas de animais foram mortos. Outros milhares de animais estão contaminados. O petróleo deve permanecer no chão!
Saiba Mais

0 +

Praias Atingidas

As manchas de óleo vem se espalhando a cada dia

0 +

Municípios

Atualmente são 9 estados atingidos

Salve Abrolhos do Petróleo

No leilão realizado em 10 de outubro de 2019, sob pressão da 350.org, Arayara e outras organizações, as empresas de combustíveis fósseis não ousaram adquirir os direitos de explorar petróleo perto do maior santuário de vida marinha do Atlântico Sul. O risco ambiental e legal de operar nessas regiões é muito grande, mesmo para empresas acostumadas a expor comunidades e áreas naturais ao risco de danos graves. No caso de um vazamento em Camamu-Almada, os impactos da destruição poderiam ocorrer em poucas horas. Salvar Abrolhos está em nossas mãos. Assine nossa petição. Faça parte da mudança:
Veja Mais

Parceiros

arayara cópia
coesus cópia
ocm cópia
nfb
Ativo-11
Ativo-13 (1)
ER
GP
unicesumar_
WWRII
350@2x cópia
geologia
wwf
Observatorio do clima
sem fundo

Mudanças Climáticas

A Terra vive uma emergência climática. Grandes tormentas, tornados, tsunamis, furacões, inundações, ondas de calor, nevascas, tempestades tropicais são alguns dos exemplos das mudanças climáticas. Um dos principais responsáveis por esse emergência é a exploração dos combustíveis fósseis: petróleo, gás natural e carvão mineral e natural.  A queima deles em usinas, fábricas e carros é responsável por 90% das emissões de dióxido de carbono – e sua produção segue crescendo em ritmo alarmante. Há estudos que mostram que, em 2030, a humanidade estará produzindo 120% mais combustíveis fósseis do que deveria. Os combustíveis precisam ser urgentemente substituídos por energias renováveis.

1,5 Graus estamos no limite!

Na avaliação do Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC), será preciso limitar o aquecimento global a 1,5°C em relação aos níveis pré-industriais. Os cientistas alertam que acima deste patamar as consequências serão catastróficas para a humanidade, e colocarão os ecossistemas e a biodiversidade em perigo. Para isso as emissões de CO2 terão que cair 45% até 2030, em relação aos níveis de 2010, e zerar até 2050. O que poderá evitar tragédias ainda maiores do que as que já estamos presenciando.

Energias renováveis, a urgente transição

Desde o início da revolução industrial, o consumo de energia cresceu muito mais rápido do que a população do planeta. A emissão de CO2 pela queima de combustíveis fósseis não renováveis, como carvão, petróleo e gás natural, aumentou exponencialmente, contribuindo para o aquecimento global. Isto criou a necessidade de uma grande mudança nos hábitos de consumo e das fontes de energia, desta vez numa perspectiva reversa, para uma “economia de baixo carbono”. Ou seja: precisamos investir urgentemente nas energias renováveis – eólica e solar, por exemplo – e deixar os combustíveis fósseis no chão.

O aquecimento global é uma causa urgente!

Tsunamis, nevascas, tornados, ondas de calor... Ou reduzimos a emissão de CO2, ou chegaremos em um ponto onde não será mais possível retroceder.

Lugar de petróleo, gás e carvão é no chão!

Não podemos permitir que nossas terras sejam leiloadas para essa exploração. Os leilões fósseis desconsideram a demanda global por um novo modelo de desenvolvimento econômico-energético e ainda estimulam a corrupção.

O Brasil precisa dizer NÃO aos combustíveis fósseis

Dizer não aos fósseis é dizer sim à transição energética! O futuro do Brasil e do mundo dependem dessa urgente transição!

Acelerar rumo à energia 100% livre e renovável

Não podemos continuar usando energias provenientes de combustíveis sujos do século passado. Chegou a hora de alimentar nossas comunidades com energia limpa, livre e renovável, gerada a partir do sol, da terra, do vento e da água.

Ações Zero Fósseis na América Latina

Conheça algumas de nossas campanhas para parar os combustíveis fósseis
Read more

Confira os nossos materiais gráficos

Materiais que incentivam o uso de energias limpas
Veja Mais
Captura de Tela 2020-01-22 às 16.19.46

Fale Conosco




    Denuncie aqui

    Você pode denunciar ilegalidades da indústria dos combustíveis fósseis