A Exploração de Petróleo coloca Noronha em Perigo

Fernando de Noronha corre sérios riscos por conta de leilão de petróleo da ANP.

Preparamos relatórios técnicos sobre os impactos ambientais, sociais e legais da 17ª rodada de licitações e já elaboramos ações civis públicas para pedir a exclusão dos blocos. Clique no botão ao lado para saber mais. Participe também da campanha #SalveFernandodeNoronha

 

 

 

Notícias

Notícias do Brasil e do mundo: o que estão falando sobre petróleo, gás e combustíveis fósseis?

Ministro do Meio Ambiente diz até quarta quando irá depor na Câmara sobre exploração de petróleo em Fernando de Noronha

Convocação de Joaquim Álvaro Pereira Leite pela Comissão de Turismo  obriga o ministro a comparecer à Casa Legislativa, após ele […]

COP26: Um acordo fraco deve sair da Conferência que tem centenas de “delegados” de grupos econômicos

Ongs denunciam que 503 lobistas de combustíveis fósseis são membros de delegações de 27 países e podem ter levado a Cúpula irremediavelmente […]

COP26: Arayara denuncia na Cúpula dos Povos a recolonização energética da América Latina e da África

“Sofremos uma expansão massiva de territórios de combustíveis fósseis em áreas cada mais sensíveis para a biodiversidade e os povos […]

#MARSEMPETRÓLEO

Mais 10.000 toneladas de resíduos já foram recolhidas na costa brasileira. Aproximadamente 1000 localidades foram atingidas, em 11 estados. Quarenta unidades de conservação marítima foram atingidas. O óleo chegou a Abrolhos, maior santuário marinho do Atlântico Sul. Milhares de famílias que dependem do mar para subsistência estão sem renda. Centenas de animais foram mortos. Outros milhares de animais estão contaminados. O petróleo deve permanecer no chão!
Saiba Mais

0 +

Praias Atingidas

As manchas de óleo vem se espalhando a cada dia

0 +

Municípios

Atualmente são 9 estados atingidos

Salve Abrolhos do Petróleo

No leilão realizado em 10 de outubro de 2019, sob pressão da Arayara e outras organizações, as empresas de combustíveis fósseis não ousaram adquirir os direitos de explorar petróleo perto do maior santuário de vida marinha do Atlântico Sul. O risco ambiental e legal de operar nessas regiões é muito grande, mesmo para empresas acostumadas a expor comunidades e áreas naturais ao risco de danos graves. No caso de um vazamento em Camamu-Almada, os impactos da destruição poderiam ocorrer em poucas horas. Salvar Abrolhos está em nossas mãos. Assine nossa petição. Faça parte da mudança:
Veja Mais

Parceiros

arayara cópia
coesus cópia
ocm cópia
nfb
Ativo-11
Ativo-13 (1)
ER
ufsc-branco-e-preto
rede-guarani-mono
geologia
Observatorio do clima
sem fundo

Fale Conosco




    Denuncie aqui

    Você pode denunciar ilegalidades da indústria dos combustíveis fósseis